Vem vindo “Huddy” por ai

Parece que os fãs do casal House e Cuddy vão poder comemorar. Em entrevista para o colunista Michael Ausiello (Entertainment Weekly), o criador da série médica mais comentada dos útlimos tempos, David Shore deu certeza absoluta que algo está para rolar entre os dois e dessa vez vai ser real, nada de alucinações.

“Eventualmente vai acontecer. A gente vem adiando esse lance antes mesmo de saber que estávamos fazendo isso. House e Cuddy são duas pessoas imperfeitas, mas rola uma atração entre os dois”, afirma David.

Eaí, o que vocês acham disso? Eu particularmente acho que vai ser interessante. Apesar de gostar do Lucas, não acho que ele combine com a Cuddy. To torcendo e apostando nesse affair.

Os melhores looks de… Blair Waldorf

Então, a partir de hoje eu pretendo começar a postar aqui também sobre outro assunto que me interessa, moda. Sempre que possível vou mostrar alguns looks das personagens. Para começar, óbvio, a eterna Queen B. de Gossip Girl, Blair Waldorf.

Separei 8 figurinos, alguns da primeira, segunda e terceira temporada.

Este primeiro é um dos meus favoritos, a Blair usou no episódio “The Blair Bitch Project”, aquele da primeira temporada que ela arma uma festinha surpresa para Little J. em sua casa. Adorei o blazer, dá um toque sério mas a saia toda maluca com a meia calça com estampa da outro tom pro figurino.

Já este segundo modelo tem mais a cara da Blair. O casacão com uma tiara estilizada e até uma gravatinha borboleta. Esta roupa é do episódio “A Thin Line Between Chuck and Nate”.

Quem lembra desse? B. usou na primeira festa que a Jenny ia dar (All About My Brother), e adivinha só, arruinou com a própria. O que eu mais gosto deste look é o calor que também é uma pulseira.

Primeiro episódio da segunda temporada e dessa vez ela vem com um vestido branco, justinho e curto do Marc Jacobs. Aqui no Brasil já vimos outras atrizes usando, como por exemplo, Adriana Esteves usou em Toma Lá Dá Cá.

.

Adoro demais todo o conjunto. O vestido é maravilhoso e me apaixonei pelo colar com aqueles lances meio marinheiro. Ela usou esse figurino no episódio “The Grandfather”, logo depois disso Blair e Nate voltaram a ter um climinha.

Vestidinho preto com alguns detalhes no busto, uma tiara lisa, um colar de perolas com uma flor e as duas coisas que dão o toque final: a meia calça meio laranja meio pessego e o casaquinho azul claro que ela está segurando. Usou na season finale da segunda temporada, “The Goodbye Gossip Girl”.

.

Ah os vestidos de verão floreados da Blair Waldorf. Simplesmente lindo e delicado, o cinto amarelo marca a cintura e combina perfeitamente. Usou na estréia da terceira temporada “Reversals of Fortune”.

E para terminar, o vestido que a Blair usou no casamente da Lily com o Rufus em “Rufus Getting Married”. Apesar de achar um vestido um tanto simples para se usar em um casamento (digo isso pois a Blair usa roupas mais extravagantes para ir a faculdade as vezes), ele tem seu charme, as cores e os bordados dão um charme a mais.

.

Para não se perder mais nos seriados

Através de um blog que eu costumo acompanhar e que também fala de séries eu descobri um site MARAVILHOSO. Se chama Orangotag. Neste site criamos um perfil e a partir daí escolhemos os seriados que acompanhamos e vamos marcando cada episódio visto. O bacana é que o Orangotag avisa quando tu está atrasado ou MUITO atrasado. Tu pode adicionar amigos lá também para falar sobre sua série predileta.

Ah, coisa nova por la, quem já tem conta no facebook não precisa se cadastrar no Orangotag, pode fazer participar do site com o seu login já existente. Fica a dica ai para vocês e espero que aproveitem.  Quem quiser me achar, to lá como /brunabottin

Tanta coisa para botar em dia – PARTE 2

How I Met Your Mother foi uma série que um amigo me indicou e eu relutei para começar a assistir, só que no momento que fiz o primeiro download eu vicei. Foi um episódio atrás do outro, maratonas na madrugada, até que finalmente cheguei a sua quinta temporada. Só tenho comentários bons sobre esta série. Bacana, leve, engraçada, divertida, com frases clássicas que grudam na nossa cabeça.

Preciso dizer que sou muito fã do Marshall, não sei se muita gente gosta dele, mas eu adoro. Ele é todo grandalhão e desengonçado. Ele e a Lily formam o casal perfeito, sem dúvidas. Bom, sobre o Barney acho que nem é necessário falar nada, mas eu vou falar. O cara é simplesmente AWESOME, como ele mesmo diz. Cheio de ditados e regras do famoso “Bro Code”. Aqueles poucos episódios dele com a Robin in love foi bacana, mas ainda bem que não deram continuidade a isso, ia perder toda a alma do Barney.

Os dois últimos episódios que foram ao ar, sinceramente, não são meus prediletos. Achei fraquinho comparado ao “Last Cigarette Ever” ou o “Slapsgiving 2: Revenge of the Slap”. Na verdade todas as cenas que contem a famosa Slap Bet eu morro rindo, principalmente o primeiro, onde tudo começou. Ver o Barney implorando para não levar outro tapa e o Marshall fazendo terrorismo com ele é muito divertido.

Li hoje em um site que pode ser que a Jennifer Aniston acabe interpretando a misteriosa mãe dos filhos do Ted. Será? Bom, a série tem contrato até 2013, ou seja, mais 3 temporadas de risadas para todos nós fãs de How I Met. Tenho certeza que o episódio que vai revelar a verdadeira mulher do arquiteto Ted Mosby será inesquecível e muito bem feito.

Como algumas das séries que eu acompanho ainda não voltaram da sua infinita pausa, eu aproveitei o tempo para começar mais uma que está na metade da sua primeira temporada, Cougar Town. A série estrelada pela eterna Mônica, a atriz Courtney Cox, me surpreendeu. Eu realmente não dava nada, mas os personagens foram me conquistando. E adivinha qual é o meu predileto? Bobby. O ex-marido largadão ganhou meu coração. O filho de Jules e Bobby, Travis, também ganhou minha simpatia. Engraçado e bem adolescente mesmo. A Ellie, vizinha mal humorada, me tira a paciência as vezes, mas na maioria das vezes também dou risada com ela.

Enfim, a série é composta de personagens bizarros, como a Barb, uma mulher enxuta e que vive a caça de garotinhos por ai. Estou torcendo pelo sucesso e muito afim de ver mais confusões da turma da rua sem saída.

Tanta coisa para botar em dia – PARTE 1

Então finalmente eu consegui botar todas as séries que ando assistindo em dia. Alcancei How I Met Youtr Mother e Cougar Town. Terminei com a quinta temporada de The Closer e estou ansiosa para volta de todas as outras séries que seguem em pausa.

Sendo assim achei que estava na hora de voltar a postar no blog.

Quero começar por Grey’s Anatomy. Desde que começou a mostrar o Richard caindo no alcoolismo novamente eu já sabia que vinha disputa pela chefia com o Derek. O último episódio que foi ao ar, The Time Warp, começa com o nosso eterno Chief no AA dando seu depoimento. Logo após quando ele vai ao SGH falar com o Dr. Shepperd descobre que não vai recuperar seu emprego tão facilmente e o novo Chief o convida para participar de uma palestra onde a Dra. Bailey e a Dra. Torres estão contando alguns casos do seu passado.

Tenho que confessar que foi muito divertido ver a Nazista do hospital-escola de Seattle quando era apenas uma interna, baixinha que usava óculos e trancinhas no cabelo. Miranda Bailey, que naquela época era conhecida como Mandy, contou como foi entrar nessa briga de tubarões que é a de ser um cirurgião.

Fiquei nervosa junto com a Callie vendo sua piripaque para fazer um discurso, quero dizer, uma mulher tão cheia de presença como ela parece pequena em cima de um palco. Ela contou a historia de quando era uma residente e fez um homem com pólio andar novamente.

Já o Dr. Richard Webber relatou como foi para ele, um médico negro, e para sua companheira (adivinha quem é…) Dra. Ellis Grey quando eram internos la pelos anos 80 e trataram de um homem com AIDS, doença que na época não havia muitos estudos.

Curti demais a montagem desse episódio, as historias sendo contadas em intervalos.

Agora é a vez de Private Practice e agora vem muitas criticas de uma grande fã. A série terminou a segunda temporada tensa e começou da mesma forma. Digo isso porque passei a season premiere inteira quase chorando achando que a Violet havia morrido. O problema é que depois disso ela ficou muito nhenhenhé, e desandou quando a Addison começou a se engraçar com o Sam. Faço das palavras da Naomi as minhas “Isso é errado em tantos níveis.”

O lance da Maya grávida e querendo casar foi bacana, mas o surto da mamãe foi exagerado. Enfim, no final das contas ela tava la ao lado da filha. Ah, falando no casamento, preciso comentar que o discurso do Sam foi muito bacana. To tentando achar um vídeo no youtube para botar aqui dessa parte. Cooper e Charlotte com recaída, finalmente. Mas o negócio é o seguinte, simplesmente não conseguem arrumar um par bacana pra Addie, porque sinceramente, esse rolinho dela com o Peter também ta meio forçado. Ainda torço para que a série se ajeite no final da temporada.

Próximo post tem mais atualizações, aguardem…