The Mentalist e sua Season Finale espetacular

Devo dizer que semana passada fiquei meio decepcionada com as season finales que assisti, mas isso foi porque eu não havia visto a de The Mentalist. Ontem finalmente consegui assistir ao episódio duplo que foi ao ar para encerrar essa terceira temporada e AMEI, vamos aos comentários?

Strawberries  and Cream foi divido em duas partes maravilhosas. Logo no início a equipe da CBI participa de um caso apenas por motivos de imprensa, mas o que parecia um simples caso foi se tornando uma teia de planos e armações quase impecáveis. Um homem-bomba, Alan Dinkler, explode no posto de gasolina e Patrick Jane fica intrigado, acaba descobrindo que na verdade o homem foi forçado a usar o colete-bomba para fazer o que o verdadeiro vilão gostaria. Todos pensam que o real motivo é dinheiro, afinal o homem carregava 50 mil dólares que roubou da empresa que trabalhava Cash In Motion, já Jane tinha uma teoria diferente. O que o mandante realmente queria era uma lista com nomes de clientes e endereço de para onde essas pessoas mandavam seu dinheiro.

Voltando ao posto de gasolina, Lisbon conversa com Anthony Gupta, o rapaz que estava perto do Dinkler antes de explodir e ele os leva a uma pista errada, um endereço que faz com que Lisbon chegue em um colégio abandonado e se torne a nova vítima com o colete. Momento super tenso, Patrick chega para ajudar e enquanto o responsável pela bomba manda Lisbon e Jane pegarem o CD com a lista de nomes na CBI, Patrick se dá conta de que quem está os guiando é o rapaz do posto de gasolina. Como distração na hora de invadir a sala onde esta Gupta, Patrick faz de conta que esta se declarando para Lisbon, vai dizer que todos vocês não queriam escutar o “eu te amo”? Enfim, essa parte é resolvida e Lisbon é salva. O Gupta morre após ser capturado pois tenta reagir e LaRoche dá um tiro.

Até ai, somente um caso louco e bem bolado. Só que mais uma morte foi reportada de uma pessoa que estava na lista de clientes da Cash In Motion e quando Lisbon e Patrick foram verificar descobriram que o homem que havia sido torturado e morto era relacionado com o caso, e mais, era parente da agente Hightower. Foi ai que a ficha caiu, tudo que estava acontecendo era a mando de Red John. Patrick então se vê correndo contra o tempo e com apenas 48h para descobrir o verdadeiro infiltrado do serial killer na CBI. A partir desse momento o episódio conseguiu ficar melhor ainda em todos os sentidos.

Quando comecei a assistir The Mentalist eu gostava apenas do Jane, que é muito carismático. Com o tempo fui me apegando a cada um da equipe, e na segunda parte do episódio, quando Patrick Jane conta seu plano e pede a ajuda deles para proteger a Hightower achei super lindo todo mundo topando e participando. O plano então era o seguinte: Patrick conseguiria a lista de LaRoche com os outros quatro suspeitos de terem matado Todd Johnson (um dos malucos de Red John), após ter a lista foi dito para cada suspeito, incluindo LaRoche, o endereço errado da localização da Hightower. Cada suspeito recebeu o número do apartamento no hotel diferente, para que assim fosse revelado então quem informou Red John da localização.

LaRoche – quarto 705

Bertram – quarto 605

O’Loughlin – quarto 505

Brenda Shettrick – quarto 405

Osvaldo Ardiles – 305

.

Plano perfeito, sim? NÃO. Seria perfeito se eles esperassem mais alguns minutos. A assassina contratada sobe até o oitavo andar de elevador, desce até o sexto de escada e entra no quarto de Bertram, o que faz todos acreditarem que ele é o infiltrado. Ela separa alguns equipamentos e vai olhar a varanda quando Cho e Rigsby entram e ela pula, morrendo na queda. Patrick esta certo de que Bertram é o informante e vai para a segunda parte do plano, fazer com quem o diretor da CBI vá com ele até um shopping com a desculpa de encontrar com a agente Hightower e quem sabe assim fazer com que Red John morda a isca.

O tempo passa no shopping e nada acontece, Bertram começa a perder a paciência e Jane se dá conta que não é ele o infiltrado, e sim O’Loughlin (agente do FBI e noivo da Van Pelt). Ele se lembra dos equipamentos que a assassina deixou em cima da cama e nota que havia uma corda, ela certamente desceria do quarto 605 para o 505. Patrick começa a ligar para Lisbon que está nas montanhas cuidando de Hightower e seus filhos. Van Pelt esta chegando com O’Loughlin sem desconfiar de sua identidade. No momento em Lisbon atende o telefone e escuta a verdade sobre o agente do FBI, o mesmo esta entrando na casa. Ela se vira mas logo é atingida, Van Pelt e Hightower num momento de distração dele atiram e o matam.

Ainda assim ficamos pensando “cadê o Red John?” Patrick manda Lisbon ligar para o último número discado de O’Loughlin fazendo um celular tocar no shopping. Ela da o recado que Jane pede e ele se dá conta do homem que esta falando no celular perto de sua mesa. Após desligar chega o confronto tão esperado nessas 3 temporadas e é nesse momento que a série realmente nos surpreende e inova.

Ninguém esperava que o encontro fosse acontecer de verdade, e mesmo acontecendo não tinha como acreditar que acabaria do jeito que acabou. Jane começa a questionar Red John que fica mexendo com ele e dando a oportunidade dele ir embora. Após o serial killer se levantar para partir, Jane diz não acreditar que ele é quem diz que é, então Red John fala sobre a mulher e filha de Patrick Jane. Os detalhes sobre o cheiro de família confirmam o que Patrick suspeitava fazendo com que ele finalmente complete a vingança, matando Red John.

E agora? O que esperar da quarta temporada? Um novo criminoso irá aparecer para movimentar a CBI ou será que o homem que Patrick matou não era realmente o Red John, e sim mais uma marionete? De um jeito ou de outro, a série conduziu perfeitamente bem essa season finale. Fiquei muito satisfeita e só espero mais mistérios para a próxima.

.

Anúncios

4 respostas em “The Mentalist e sua Season Finale espetacular

  1. um resumo muito bem feito, parabéns! mas vendo o episódio, ficou-me uma dúvida: se Bertram não era o informante, por que Red John estava no shopping, como ele sabia que Jane estaria lá, ou foi apenas uma coincidência? Mesmo se fosse apenas uma marionete, e não o Red John, ele sabia que Jane estaria lá, e mandou alguém ou foi ele mesmo conferir, e se sentou na mesa ao lado. Isso me intriga, se o plano falhou, por que red jonh estava no shopping?

    • Pois é, eu fiquei com essa mesma dúvida, mas eu acho que foi graças a Van Pelt ter dito para o O’Laughin sobre a lista de suspeitos e que ele não era mais um. Talvez isso tenha feito o Red John ir atrás. Pq ele fala pro Patrick no shopping, tipo tirando com a cara dele, que ele ficou surpreso com o plano… Acho que deve ser por ai hehe
      Obrigada. Bjs

  2. Pingback: Fotos de The Mentalist |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s