Atualizando..

O apagão que rolou ontem de noite em alguns estados do Brasil gerou muitas brincadeiras no Twitter. E uma das que eu vi foi  mencionando #FLASHFORWARD inclusive eu cheguei a twittar “what did you see”. Enfim, ontem mesmo eu assisti o sétimo episódio de FF e sigo me apaixonando pela série. Um mistério a cada episódio. Ao final do episódio o Agente Al se atira do prédio do FBI com a intenção de mudar o destino, pois sabe que daqui a seis meses ele poderia se tornar o “responsável” da morte de uma mulher que não conhece. A partir desse momento fiquei pensando, será que é possível mesmo mudar o nosso destino? Acredito que só o suicídio seria eficaz, como o Al fez.

Seguindo essa linha de destino, nessa semana vi dois episódios de Eastwick, que por sinal estou gostando bastante, mas acho que ainda tem coisa pra melhorar, e falava sobre como nós não podemos mudar o destino. A Roxie teve uma visão que estava no funeral e a morte dessa pessoa tinha algo com uma estatua, salvou o Darryl, salvou a Joanna, mas mesmo assim o Chad morreu por outra estatua. No ultimo episódio de Eastwick elas começaram a descobrir seus poderes. Joanna esta tentando realizar novamente o movimento dos objetos até si, e Kat descobre que consegue curar as pessoas com um toque. Além disso, a Bun recuperou a memória, e agora ela e a Elleanor, antigas companheiras de Darryl, pretendem mata-lo novamente. Eu acredito que deve ter uma terceira perdida por ai né?

117868_0163

Ah, ontem eu assisti House também. Graças a deus. Aquela pausa estava me fazendo surtar. Preciso dizer que estou amando essa 6ª temporada e que ela vem me surpreendendo a cada episódio. Eu adoro quando o House droga o Wilson, ele fica muito engraçado. Me deu dó no coração ver ele todo enciumado por causa da Cuddy e do Lucas. Chase finalmente revelou para Cameron que matou o ditador, curti como foi a cena.

Bom, agora eu vou ver o sétimo episódio de TBBT e depois esperar pela legenda de Gossip Girl, pois o episódio dessa semana tem jeito de estar imperdível, OM3?!

Anúncios

Um novo mistério…

Depois de ler algumas reportagens e comentários sobre Flash Forward eu resolvi assistir, e sabem o que eu tenho para falar? EXCELENTE. Andam especulando que a série tem tudo para ser a sucessora de Lost e eu sinceramente não duvido. O primeiro episódio estava sendo tão esperado que antes de estrear nos EUA já vazou na internet. A série vai lançar aqui só em 2010.

A história é interessante e envolvente, de cara o episódio já começa com todo o caos em Los Angeles devido ao apagão total de todas as pessoas do mundo. Por sinal achei estas cenas muito bem feitas, assim como as memórias do apagão. A história começa com as pessoas indo trabalhar e tudo mais e de repente vai aparecendo uma cena atrás da outra e todo mundo simplesmente apaga, quando voltam à consciência a cidade esta um tremendo desastre.flash-forward3 Helicópteros caindo e acertando prédios, carros batendo, um bando de surfista se afogando no mar. O apagão dura 2 minutos e 17 segundos no mundo inteiro e todo mundo tem uma visão do futuro, mesma data e mesmo horário, 29 de abril de 2010 às 22h. O FBI se encarrega de investigar este estranho acontecimento através das visões de todo mundo, principalmente do Agente Mark Benford. A pequena Charlie chamou minha atenção. Adorei a menininha, e fiquei sentida até quando ela falou “eu tive um pesadelo, não ia ter mais dias bons”. Mas a cena que eu mais gostei mesmo, foi ao final do episódio quando a Agente Janis (que por sinal eu adorei a personagem) encontra um vídeo de um estádio LIoyd Simcoe onde mostra todo mundo apagado e apenas um homem caminhando, de sobretudo e toca, ele chega até a dar aquela olhadinha para trás clássica enquanto vai embora do estádio. Perfeita cena.

Cheguei a assistir metade do segundo episódio e até onde eu vi também foi muito bom. Com certeza essa série vai render muito e eu já me viciei.