Novo drama familiar

Já assistiram a nova série da eterna Lorelai Gilmore? Eu já. Parenthood é um drama de primeira. Após assistir os quatro primeiros episódios venho comentar com vocês minhas impressões.

O episódio piloto chega a ser um pouco confuso por tanta informação. Tantos personagens e uma família tão grande que nos perdemos tentando lembrar quem é o que de quem, mas mesmo assim, um belo episódio.

Mesmo que a série esteja apenas no início, já da pra notar algumas coisas. A família é muito unida apesar de tudo, Adam Braverman, o irmão mais velho, é o cara que todo mundo pede conselho. Zeek Braverman, o patriarca, faz do tipo tradicional, cheio dos costumes e tradições. Amber, filha adolescente da Sarah, é a rebelde, mas nem tanto assim. Quem assistiu a série notou que a Haddie, filha do Adam com a Kristina, também é bem malandra.

Tem também o Max, um garotinho com uma doença séria, Síndrome de Asperger. Sydnei, filha da Julia Braverman com o Joel, e Jabbar filho do caçula dos Braverman, Crosby, um filho que surgiu do nada.

Se perdeu também? Sem problemas, abaixo segue a árvore genealógica da família Braverman:

A série que lançou não faz muito nos Estados Unidos já tem previsão de estréia aqui no Brasil. No dia 12 de Abril Parenthood entra na grade da People+Arts (que irá se tornar o canal Liv).

Anúncios